Há quatro anos e meio, um gatinho de uma favela do Quênia seguiu um homem até sua casa e decidiu ficar.

 

Um americano trabalhava em uma organização sem fins lucrativos para crianças do Quênia, quando um gatinho necessitado e sem lar andou até ele.

“Isso foi em 2012, quando eu morava em um quarto muito pequeno perto da favela”, disse o usuário do reddit, TheLake. “O nome dele é Nala. Durante os primeiros dois meses, eu pensava que ele era uma garota”. Mas o nome permaneceu.

 

A maioria dos gatos que ele encontrou no Quênia eram magrinhos e muito pequenos.

Ele deu um pouco de comida para o gatinho, que decidiu ficar e, imediatamente, assumiu a cama de seu humano. O jovem homem não poderia dizer não.

Suprimentos para animais de estimação são difíceis de encontrar no local, mas o jovem homem conseguiu arrumar uma caixinha de areia, o que já é um luxo para muitos dos gatos que vivem lá. “O fato de ele comer comida felina e poder usar a caixinha de areia o coloca num lugar bem alto da lista”.

 

 

O gatinho começou a prosperar vivendo em um local fechado.

Todos os dias, o gatinho deita em cima do laptop do humano enquanto ele trabalha.


Leia Também


“Quando os quenianos veem Nala, ficam sempre chocados com o quão saudável e afetuoso ele é. É verdade que a maioria dos gatos de família não são considerados animais de estimação de verdade, mas servem principalmente para matar camundongos e ratos”.

Quando Nala cochila sobre o computador, o trabalho pode esperar.

 

 

Nala oferece uma pata amiga sempre que o homem tenta fazer as malas.

 

Seu lugar favorito para se empoleirar, pelo fato de ser quentinho.

 

“Ele cresceu e virou praticamente um leãozinho”.

 

Faz mais de quatro anos que Nala encontrou seu eterno humano. Ele cresceu e virou um lindo garoto ruivo!

Em 2016, Nala aventurou-se viajando do Quênia para a América e se mudou para seu eterno lar amoroso!

 

Reivindicando o armário em seu novo lar.

Nala, que saiu de uma favela do Quênia, agora tem um vidão ao lado do homem que o salvou.

Compartilhe essa história com seus amigos.

Fonte: terrainteressante